Filtrar

Filtros ativos

Exibindo todos 14 resultados

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 4x de R$12,48 Sem juros

Em até 6x de R$11,65 Sem juros

Em até 6x de R$11,65 Sem juros

Em até 6x de R$11,65 Sem juros

Em até 6x de R$11,65 Sem juros


SAPATINHO DE BEBÊ: QUAL ESCOLHER?

Vestir o nosso filho é um processo que envolve muitas tomadas de decisão e isso nem sempre é fácil, principalmente para papais e mamães de primeira viagem, que ainda não sabem exatamente qual roupa ou sapato escolher.

Assim como para os adultos, os sapatos possuem funções específicas desde o nascimento da criança, portanto, na hora de escolher o sapatinho de bebê, lembre-se qual será o seu papel no desenvolvimento da criança.

Considere todos os aspectos, como material, conforto, flexibilidade e estilo. Assim, você conseguirá construir um visual lindo para o seu filho e sempre prezará pela sua saúde e pelo seu conforto.

Para te ajudar no processo de escolha, trouxemos algumas dicas para que você não fique perdido no meio de tantas opções. Vamos falar tanto dos sapatinhos de bebê para a saída da maternidade até as opções para fases mais avançadas.

 

 

O que considerar antes de comprar o sapatinho?

Essa é a pergunta mais importante a ser feita e a sua resposta está diretamente ligada a outra pergunta: “qual será a principal função do sapatinho?”

Para os bebês recém-nascidos, o sapato terá a única função de manter os pés aquecidos, porém, em fases mais avançadas, ele já começa a exercer uma função de manter a firmeza e evitar deslizes da criança.

Tudo isso influenciará na escolha do estilo e do material, sempre priorizando os produtos com melhor qualidade para que durem mais e evitem que você precise comprar vários sapatos em um curto espaço de tempo.

 

 

Saída de maternidade: o sapatinho de bebê ideal

Como citamos anteriormente, para a saída da maternidade, o papel principal do sapatinho do bebê será o de manter os seus pezinhos muito bem aquecidos. Portanto, precisamos nos ater a alguns detalhes.

Opte por opções que sejam mais leves e mais quentinhas, com tecidos como os de lã. Desta forma, será fácil vestir e tirar os sapatos e você terá a certeza que o pé do seu filho estará sempre aquecido.

Lembre-se de sempre colocar uma meia mais grossa para que seja mais eficiente a barreira contra o vento.

Sobre o estilo, você pode ousar e abusar de animaizinhos como ursinhos, ou então modelos com lacinhos e até outros com botões. Por fim, outro modelo que a gente gosta muito é o que tem cadarço, a semelhança com tênis deixa tudo mais fofo.

Lembre-se que esses modelos são para a fase em que a criança fica muito mais no colo dos pais, no bebê conforto e na cama, portanto, os sapatos não possuem um papel tão relevante na firmeza dos pés do bebê.

 

 

Engatinhando: precisamos de novos sapatos

Para as fases mais avançadas da vida do bebê, os sapatos começam a ter um papel mais importante na firmeza do corpo e, por isso, já precisam ser mais fortes e mais resistentes.

Para a fase em que a criança começa a engatinhar, já é interessante ter sapatinhos de bebê que sejam antiderrapantes e evitem que a criança caia por motivo de escorregões.

É natural que este tipo de sapato faça com que o pé sue um pouco mais, porém, a segurança do seu filho é bem importante.

Além disso, lembre-se de pegar um tamanho um pouquinho maior que o pé do seu filho, para que o sapato fique confortável e a ponta do calçado não machuque os dedos da criança.

 

 

Primeiros passos: maior atenção e cuidado

Já para as crianças com mais de 12 meses e que já estão dando os seus primeiros passos, os calçados precisam ser ainda mais firmes e possuir um solado antiderrapante.

Solas emborrachadas que possuam ranhuras geralmente fazem esse papel muito bem e acabam prezando mais pela segurança do seu filho.

Entretanto, verifique a rigidez do calçado, visando sempre um modelo mais flexível, evitando que o pé da criança seja machucado enquanto ela caminha.

 

 

Evite repassar calçados de crianças mais velhas

Quem nunca recebeu roupa do irmão mais velho que cresceu? Essa é uma tradição muito comum em grande parte das famílias brasileiras, no entanto, essa prática não é indicada para os calçados.

Com o objetivo de sempre manter o conforto, os calçados vão se desgastando com o tempo e perdendo as suas características de amortecimento de impacto e até as suas propriedades antiderrapantes.

Além disso, cada criança possuirá uma pisada diferente e o calçado se deforma de acordo com a forma que o seu primeiro dono pisa. Isso pode afetar o desenvolvimento das próximas crianças que receberem este sapato.

 

 

Conclusão

Escolher o sapatinho do bebê é uma tarefa que depende muito mais da fase da vida da criança do que qualquer outra coisa. O cuidado para escolher os melhores modelos é fundamental para o desenvolvimento do bebê.

Além disso, caso o seu filho seja recém-nascido, optar pelo estilo e por modelos leves e quentinhos é a melhor escolha, que prezará pela sua saúde e manterá o estilo em alta.

WhatsApp chat